Dicas para conservar seu Extintor de Incêndio

Cuidados na Utilização

Observe as instruções de uso fornecidas pelo fabricante, que aparecem no corpo do extintor, para que você possa usá-lo corretamente, quando for necessário. Elas devem estar legíveis, sem rasuras, não devendo estar riscadas ou encobertas por outras informações.

O extintor que tiver sido usado, mesmo parcialmente, ficará com sua carga comprometida. Por isso é prudente enviá-lo imediatamente a uma empresa de manutenção credenciada pelo INMETRO, para que seja efetuada a recarga e a revisão do agente extintor. Não substitua seu extintor antes de ter sido feita uma avaliação técnica do equipamento.

 

Cuidados na Conservação

O extintor não deve apresentar sinais de ferrugem ou amassamento. O extintor que permanecer em áreas abertas e sujeitos a condições agressivas devem ser protegidos, com uma capa, por exemplo.

 

Cuidados na Inspeção

  • Pressão da Carga: Verifique sempre o indicador da pressão da carga do agente extintor, cujo ponteiro deve estar sobre a faixa verde. Em caso contrário, procure uma empresa certificada para fazer a recarga.;
  • Inspeção: O extintor de incêndio deve ser inspecionado e sofrer manutenção apenas por empresa certificada, que possua o Certificado de Capacitação Técnica emitido por um Organismo de Certificação de Produto (OCP) credenciado pelo INMETRO. O extintor de incêndio cujo agente extintor é água ou pó químico deve ser inspecionado anualmente. O extintor de incêndio de CO² deve ser inspecionado a cada 6 meses;
  • Fique atento: Inspeção não é recarga. Não é preciso abrir o extintor, o que quer dizer que não há substituição do anel de Plástico amarelo (foto ao lado) e do selo de conformidade ou de manutenção. A recarga deve ser feita conforme recomendação do fabricante, ou após o uso.

Cuidados na Manutenção

O extintor de incêndio deve passar, a cada 5 anos, por uma manutenção geral, para que seja efetuada, por exemplo, a troca da carga, o teste hidrostático, etc. Essa manutenção deve ser efetuada apenas por empresa autorizada no âmbito do Sistema Brasileiro de Certificação.

 

Recomendações

Proteja-se, exigindo que empresa de manutenção forneça um outro extintor para substituir o seu, enquanto este estiver em manutenção.

O extintor de incêndio que sofreu manutenção apresenta um anel de plástico amarelo que indica que o extintor foi aberto, entre a válvula e o cilindro, com identificação da empresa que realizou a manutenção, o mês e o ano em que o serviço foi realizado (essa data é repetida no selo de manutenção). Este anel não precisa ser trocado anualmente – somente quando o extintor tiver sido usado podendo permanecer no extintor por 5 anos, quando, então, será substituído após terem sido feitos os testes de manutenção.

Sempre que o extintor passar por inspeção ou manutenção, exija a Ordem de Serviço, devidamente preenchida e assinada pelo técnico responsável pela manutenção, onde conste a relação das peças que foram trocadas, acompanhada de nota iscai, protegendo seus direitos de consumidor.